MOSCA DA FRUTA

Nome completo

Projeto de apoio ao plano regional de luta e controlo da mosca da fruta na África Ocidental

Financiamento (parceiros financeiros)

A União Europeia co-financia o projeto com 16,7 milhões de EUR, sendo o restante montante coberto pela Agência Francesa para o Desenvolvimento (1,5 milhões de EUR) e pelas contribuições dos países visados (5 milhões de EUR).

Líder do consórcio

SOGEROM

Partenaires

  • SOGEROM
  • Gabinete de Estudos e Investigação para o Desenvolvimento
  • COLEACP

Orçamento

23,5 milhões de EUR

Período

2015-2019

Objetivo

O objetivo consiste em melhorar as receitas dos produtores de frutos e legumes e apoiar o plano regional de luta e controlo da mosca da fruta na África Ocidental.

Objetivos

  • Aumentar o volume de frutos comercializados nos mercados locais sem infestações
  • Controlar as perdas de frutos e legumes devidas à infestação pela mosca da fruta
  • Transpor, na medida do possível, a metodologia e os dispositivos deste projeto para outros setores ou regiões
  • No espaço ocidental africano, reforçar a CEDEAO no que respeita às suas funções de controlo

Beneficiários

Produtores e exportadores de manga

Países-alvo

8 países da CEDEAO

Apresentação do projeto

O COLEACP participa no consórcio que gere o projeto de apoio ao plano regional de luta e controlo da mosca da fruta na África Ocidental, conhecido por «Programa Mosca da Fruta», em colaboração com dois parceiros (o Gabinete de Estudos e Investigação para o Desenvolvimento e a SOGEROM). Este projeto desenvolve-se em oito países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) durante o período 2015-2019. O comité de coordenação do projeto tem sede em Bamako (Mali) e é composto pelo gestor de projeto e pelos responsáveis das componentes Vigilância, Luta e Reforço de Capacidades. O papel do COLEACP neste programa é o de conferir um apoio metodológico e técnico a este comité de coordenação.